• 41 99630 0512
  • contato@azdepaus.com

Blog

// Primeiros passos na internet para PMEs

Empresas menores, que estão iniciando as suas atividades e desejam constar na busca do Google, bem como usar a internet para alavancar o seu negócio, podem seguir passos simples. Veja a seguir:

Pequenas empresas e o Marketing Digital

O Marketing Digital é uma estratégia que pode ser adotada por qualquer tipo de empresa e porte. Felizmente, é exatamente essa a realidade, as empresas já assimilaram que ter presença digital não é uma opção, é uma necessidade. O desafio está em coexistir de maneira satisfatória tanto no meio digital quanto no off.

Uma pesquisa encomendada pela Exame, no ano passado, mostrou que a maioria das empresas começaram a investir de verdade em Marketing Digital há pouco tempo. Veja alguns resultados:

  • 48% das empresas investem há menos de um ano;
  • 40% das empresas investem por menos de cinco anos;
  • O principal ponto da pesquisa é que 61% das empresas têm dificuldade em saber qual estratégia digital aplicar ao seu negócio e como fazer;
  • Além disso, 16% das empresas que trabalham com o Marketing Digital têm dificuldade em medir os resultados do trabalho.

A pesquisa foi realizada pela Web Estratégica, com cerca de 1.024 empresas, destas 83% eram PMEs.

O que é preciso antes de colocar a mão na massa

O mais importante, antes de criar a presença digital, é ter planejamento. Conhecer todos os aspectos do negócio, conhecer concorrentes e público-alvo para, então, encontrar a sua proposta de valor

Proposta de valor: é a identidade da empresa, que guiará todas as ações. Com ela, é definido o que você faz, como faz e porque é o melhor no que faz. É a proposta de valor que orientará o posicionamento perante o público. Por meio das ações digitais, a proposta de valor será vendida.

Outro ponto importante antes de começar a trabalhar no digital, é ter em mente que o Marketing Digital não é um custo, mas sim um investimento. Aliás, mesmo exigindo um aporte de investimento, quando comparado com ações de marketing tradicional, os valores investidos no digital são bem mais baixos.

Como começar

Ter um site com blog

O site é o seu espaço virtual, a sua casa. Partindo desse entendimento, podemos dizer que assim como o seu negócio físico tem que ser atrativo e confortável ao cliente, o seu site também.

Por que ter um blog? Com ele, você alcança clientes em potencial que, em primeiro momento, estão apenas em busca de informações sobre o seu mercado, produto ou serviço. Alimentando o blog com frequência e bom conteúdos, as chances das páginas do seu blog aparecem nos resultados de busca do Google e de outros buscadores aumentam. Essa aparição das páginas como resultado é o primeiro momento de interação com o possível cliente, que mesmo não sendo cliente está sendo ajudado pela empresa por meio do fornecimento de informações valiosas.

O que um bom site deve ter?

Tanto o Google quanto outros buscadores, possuem critérios para decidir se um site é bom ou não e se corresponde à busca que está sendo feita para, então, mostrar como resultado. Vamos explorar esses critérios brevemente:

Design

Páginas bem desenvolvidas, bonitas, seguindo a identidade visual da empresa e com navegabilidade fácil.

Coloque-se no lugar do usuário, avalie se o visual e a facilidade em navegar estão bons. Se sim, provavelmente, outras pessoas também terão uma experiencia agradável ao entrar no site.

Funcionalidade

O principal ponto aqui é o site ser responsivo. Ou seja, que se adapte aos diferentes modelos de telas. Quando não é responsivo, o site não carrega corretamente, podendo prejudicar o design, as informações contidas e a navegabilidade. Também, se não adaptado, demora para carregar e páginas lentas tendem a ser abandonadas pelo usuário.

Esse atributo é um dos, se não o principal requisito para que o Google considere um site como um bom resultado de busca.

Otimizado com SEO

Aplicar as práticas de SEO deixam o seu site mais amigável ao Google, facilitando assim o entendimento da ferramenta sobre do que se trata as páginas do site. Comumente, as palavras chaves do seu negócio devem guiar a definição de títulos, nome do site, URLs e corpos de texto.

Antes, a prática era fazer as palavras chaves aparecerem o máximo possível. Isso gerava páginas com títulos repetidos, textos péssimos, com termos repetidos inúmeras vezes. Agora, os robôs do Google estão mais inteligentes e não é mais preciso encher de palavras-chaves o seu site, basta ter conteúdos coerentes e bem escritos, dentro de um assunto relacionado ao negócio, que o Google irá entender tudinho.

Claro, ainda é bem vista a prática de configurar as metas descrições, para que o site apareça de forma clara nas pesquisas online. Faça uma pesquisa no Google sobre algo relacionado ao seu negócio e observe os primeiros resultados da busca. Veja o que eles têm em comum, os detalhes que fazem esses sites serem identificados pelo buscador como os melhores.

Google Meu Negócio

As pessoas confiam mais em negócios que aparecem nas buscas do Google.

Com o Google Meu Negócio, você insere o seu negócio na geolocalização do Google. Assim, toda vez que seu negócio for dado como resultado em buscas, informações detalhadas aparecerão ao usuário. Endereço, horário de atendimento, site, canais de contato e o que mais você desejar expor da empresa ao público pode ser inserido em sua ficha do Meu Negócio.

Essa ferramenta também permite que as pessoas façam avaliações sobre a empresa. Ponto muito importante este, pois, ter o feedback dos clientes é a melhor forma de avaliar o trabalho. Tenha zelo com cada avaliação que receberá, seja ela positiva ou negativa, responda-a da melhor maneira.

Além disso, é possível cadastrar produtos, permitir a realização de reservas online e outras funcionalidades específicas para cada tipo de negócio. Na plataforma também é possível acompanhar os insights de todas as ações que as pessoas realizam dentro do seu perfil (traçar rotas, ligar, visitar site etc.).

Investir em Marketing de Conteúdo

 

“Content Marketing é uma abordagem de marketing estratégico focada na criação e distribuição de conteúdo valioso, relevante e consistente para reter e atrair um público claramente definido.” – Joe Pulizzi

 

Se você tem um site, terá um blog e, assim, terá que aprender a fazer Marketing de Conteúdo.

A produção de conteúdo por parte das empresas já é uma prática consolidada como fundamental para as estratégias no mundo digital. É a maneira de mostrar ao público que a marca é especialista no que faz e está bem informada sobre o que permeia o setor em que está inserido. Fazendo isso, a marca torna-se uma referência perante o público-alvo.

Quanto mais e melhores conteúdos produzidos, de interesse do público, mais as pessoas confiarão no seu negócio como autoridade. E quando precisar fazer negócio, lembrará facilmente de você.

Importante! Não espere resultados imediatos com o Marketing de Conteúdo. Ele é um meio de formar um público por meio da interação digital e isso leva tempo. Além disso, é preciso regularidade, se você começou a distribuir conteúdos, não pare, isso quebra a confiança que está sendo criada. Insista e veja os resultados!

Veja alguns exemplos de conteúdos que podem ser usados em estratégias de Marketing Digital:

  • – Post blog
  • – E-book
  • – Vídeos
  • – Podcasts
  • – Webinars
  • – Reviews e testes

O tipo de material escolhido depende do objetivo para qual ele será usado. Por exemplo, informações mais superficiais podem ser passadas através de um post no blog, já materiais detalhados e específicos, devem ser transmitidas por meio de e-books.

Outro benefício do Marketing de Conteúdo é que, ao disponibilizar conteúdos ricos, você pode pedir em troca as informações de contato da pessoa interessada (que está fazendo download do material). Com o contato em mãos, existem estratégias a serem usadas para criar um relacionamento com essa pessoa até o momento dela se tornar um cliente.

Os vídeos estão em alta! Se você tiver como produzir vídeos bons (vídeos amadores é melhor não fazer), invista. Hoje, o comportamento das pessoas mudou e ela passaram a preferir assistir vídeos ao que ler textos como este.

Estar nas redes sociais

As redes sociais são ferramentas para aumentar o poder de comunicação da marca com o seu público. O segredo é ir além de apenas postar ofertas e promoções, é preciso interagir com as pessoas dentro das redes. Disponibilize conteúdos úteis, que ajudem o público de alguma forma e que não, obrigatoriamente, fala da empresa. Conheça o seu público-alvo e o que é de interesse dele.

Preciso estar em todas as redes sociais?

Você precisa estar onde o seu cliente está. Se o seu negócio possui públicos diferentes e estes estão em redes diferentes, você precisar de estratégias diferentes para atingir o público em cada local.

Por exemplo, para empresas que o modelo de negócio é B2B, grande parte do público de interesse estará no LinkedIn – uma rede social com perfil para relações profissionais e ferramentas voltadas para o corporativo.

Importante! Cada rede social tem um perfil. É preciso traçar estratégias específicas para cada uma que se deseja trabalhar. A linguagem se difere, formatos de imagens e vídeos, funcionalidades próprias de cada plataforma, tudo isso deve ser observado.

E antes de começar a fazer posts freneticamente, faça um planejamento!

Anúncios

Os anúncios nas redes sociais são uma forma rápida e eficaz de alcançar um bom número de pessoas que possam se interessar pelo seu negócio. Você pode utilizar anúncios no Facebook, Instagram, YouTube e, em breve, até no mesmo no WhatsApp. Todas as plataformas disponibilizam filtros de segmentação que permitem o anúncio atingir o público desejável com precisão.

Ter presença digital é aproveitar o espaço para criar comunicação com muitas pessoas que podem trazer retornos positivos. Seja por meio de e-mails, redes sociais, site ou WhatsApp, aproveite a chance de interação, pois, são meios dos clientes/pessoas expressarem suas opiniões e tirarem dúvidas.

Ah! Não podemos esquecer também que uma dica importante é dar atenção ao que as pessoas estão dizendo sobre a marca nos sites de reclamações, como o Reclame Aqui.

Esse caminho de comunicação facilita as vendas e a geração de oportunidades. O truque de mestre está em saber usar as estratégias de forma vantajosa.

Quer saber mais como usar as estratégias? Sente-se à mesa conosco!

×